Pesquisar este blog

19.5.19

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) multa rádios comunitárias irregulares


Cerca de 30 rádios comunitárias que funcionavam de forma irregular foram multadas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Portaria do MCTIC publicada no Diário Oficial desta segunda-feira (6) determina a aplicação de multa que varia de R$ 571,16 a R$ 5.254,30 em rádios administradas por associações vinculadas a entidades religiosas, político-partidárias ou comerciais, o que é proibido pelas regras das rádios comunitárias.

Também foram multadas rádios comunitárias que funcionavam com características diferentes daquelas constantes da licença, como, por exemplo, potência superior à permitida pela legislação.

A ABERT acompanha com preocupação os recorrentes casos de rádios comunitárias que desrespeitam as normas do serviço, principalmente com relação ao aumento de potência ou que fazem propaganda comercial, caracterizando desvio de finalidade do serviço comunitário.

“As punições demonstram que o MCTIC está fiscalizando o funcionamento das rádios comunitárias, demanda antiga do setor para garantir um ambiente saudável entre as emissoras públicas, educativas e comerciais”, destaca Rodolfo Salema, gerente de Assuntos Legais e Institucionais da ABERT.
A ABERT tem forte atuação no combate à radiodifusão comunitária ilegal e disponibiliza um canal de atendimento para envio de denúncias sobre possíveis irregularidades.

Mais informações no e–mail: juridico@abert.org.br ou pelo telefone (61) 2104.4600.


Fonte: ABERT

22.4.19

Brasil cai 3 posições no ranking Liberdade de Imprensa


O Brasil caiu três posições, em relação ao ano passado, no Ranking Liberdade de Imprensa, divulgado nesta quinta-feira (18), pela organização Repórteres sem Fronteira (RSF). O país está na posição número 105 entre os 180 analisados. No ano passado, o Brasil estava na 102ª posição.

De acordo com a RSF, o ambiente para os jornalistas brasileiros exercerem a profissão tem sido cada vez pior e hostil. Em 2018, o período eleitoral foi apontado como um dos motivos facilitadores para ataques a profissionais de imprensa em maior número e intensidade.

Segundo o levantamento, 24% dos países apresentam uma situação considerada boa ou relativamente boa para o exercício do jornalismo. Os melhores países em relação à liberdade de imprensa e de expressão seguem os mesmos em relação a 2018: Noruega (1º), Finlândia (2º) e Países Baixos (3º). Os mais perigosos para os jornalistas são: Eritreia (178º), Coreia do Norte (179º) e Turcomenistão (180º).

Relatório ABERT Liberdade de Expressão

Em fevereiro deste ano, a ABERT divulgou o Relatório sobre Violações à Liberdade de Expressão 2018. O levantamento registrou um aumento de 50% da violência contra os profissionais de comunicação, em relação a 2017.

Foram três assassinatos e 114 registros de violência não letal, envolvendo pelo menos 165 profissionais. Em 2018, houve 16 casos de ataques e vandalismo contra veículos de comunicação de todo o país, um aumento de 300% em relação ao ano anterior.


Fonte: ABERT

9.4.19

4 ideias para fazer campanha de Dia das Mães no rádio


Quando falamos em publicidade e comunicação, as datas comemorativas ainda são uma das maneiras mais eficientes de criar ações atrativas para uma rádio. E com a aproximação do mês de maio, muitos gestores e radialistas ficam em dúvida sobre como criar a melhor e mais eficiente campanha de Dia das Mães.

Confira agora 4 ideias de campanhas elaboradas pela TELETRONIX

1. Envolva a sua área de cobertura

O primeiro passo para uma campanha de Dia das Mães de sucesso é desenvolver ações que envolvam sua cidade ou área de cobertura. Para isso, é importante criar parcerias com marcas locais de destaque e que sejam relevantes para os seus ouvintes.
É possível selecionar lojas, restaurantes ou até mesmo prestadores de serviço para sortear brindes, produtos ou vouchers, por exemplo. Você pode realizar sorteios ao vivo nas redes sociais e, dessa forma, conseguir um maior engajamento do seu público-alvo e potenciais participantes da campanha.

2. Faça homenagens

Aproveite essa data comemorativa para fazer homenagens específicas e transmitir mensagens especiais ao longo da grade de programação. Embora isso possa parecer apenas um detalhe, o Dia das Mães é uma data muito valorizada e, portanto, mostrar interesse nessa comemoração pode agregar valor ao seu conteúdo.
Por isso, na hora de planejar a programação nessa época solte a criatividade e pense nas melhores formas de fazer pequenas homenagens para demonstrar respeito e admiração por todas as mães.

3. Crie uma programação especial

A personalização da sua programação em função do Dia das Mães pode ser um diferencial muito interessante e atrativo para a sua emissora. Por isso, durante essa data comemorativa, intercale o seu roteiro habitual com alguns programas temáticos especiais.
Uma boa dica é misturar as músicas que geralmente já tocam na programação com canções, podcasts, entre outros conteúdos em homenagem às mães.

4. Estimule a participação dos ouvintes

Como os seus ouvintes são os principais interessados no conteúdo da sua rádio, é importante manter eles sempre em destaque. Para isso, é fundamental estimular a participação e engajamento em todas as campanhas criadas — independentemente da data comemorativa.
Sendo assim, convoque o seu público a participar da campanha. Você pode incentivá-los a fazer isso enviando recados, sugerindo formas de homenagem ou interagindo com fotos e vídeos nas redes sociais. O intuito é que os ouvintes se sintam parte ativa das ações especiais para essa data inseridas na programação.

Ficou inspirado? Como você pode perceber, fazer uma boa campanha para o Dia das Mães pode ser mais fácil do que se imagina. Basta entender o seu público-alvo e desenvolver ações criativas e atrativas. Portanto, tire as suas ideias do papel e comece agora mesmo a criar!

FONTE: TELETRONIX

Top 5 Posts da Semana - Blog Dos Radialistas

Email: blogdosradialistas@gmail.com / Whats App: (62) 99921 - 8363